3 de ago de 2017

  VEROSSÍMEL

Wassily Kandinsky
















O que é belo e fugaz
Marca como ferro quente
Não importa o tempo
Só um minuto basta
Se for um segundo também
Se precisar de uma hora
Amém!
Qualquer coisa
Que se mova por dentro
Vale o nó na garganta,
A folha no corpo do inseto,          
A nesga de sol na nuvem cinzenta,
O furo certo no horizonte
Para se vê além
Da planície e da colina
Onde se mereça estar
Como a lua, a pedra e o mar
Mais do que se perceba,
Qualquer coisa
Que se mova por dentro.

Nenhum comentário: