7 de fev de 2011

 
  ALGUMAS PALAVRAS DE AMOR

tela de Kees Van  Dongen


Elegi amores
Que não cabem em palavras poucas
Muito se despeja
Quando a medida do amor
É um espaço sem contorno,
Um esconderijo sem teto,
Sem chão,
Sem o primeiro
Muito menos o último degrau.


Elegi amores
Que não cabem no quarto escuro da razão
Apenas transbordam,
Como água de enxurrada,
Como lava de vulcão,
Como neve de avalanche,
Soterrando um coração em brasa!